Image by Matt Hardy

A OCEANOGRAFIA

Atualizado: Jan 5


O que é a oceanografia?

A oceanografia, também conhecida como oceanologia ou ciências marinhas, é o ramo das geociências que estuda os oceanos, desde os estuários (onde a água do rio se mistura com a água do mar) até o oceano profundo.


É uma ciência interdisciplinar que investiga os processos físicos, químicos, geológicos e biológicos dos oceanos e das zonas costeiras, seus limites e suas interações com a atmosfera, com os continentes e com a sociedade.


O que faz um oceanógrafo?

Os oceanos cobrem 70% da superfície terrestre e menos de 5% das suas águas são conhecidas, sendo um grande vasto campo para pesquisas e investigações.


Os oceanógrafos e oceanógrafas estudam um grande número de processos, incluindo movimentação das placas tectônicas, erosão costeira, poluição marinha, circulação oceânica, recursos pesqueiros e diferentes ecossistemas marinhos, além das conexões entre os oceanos e o mudanças climáticas. Muitas descobertas feitas na área da oceanografia são o produto de esforços multidisciplinares e abrangentes envolvendo oceanógrafos e pesquisadores de todos os ramos da ciência, no intuito de compreender a interdependência que existe entre todos esses processos.​​


Tradicionalmente, a oceanografia é subdividida em 5 áreas principais. São elas:

oceanografia Física

A oceanografia física se ocupa de todo o movimento das águas do mar, como as ondas, as correntes e as marés; e da interação entre o oceano e a atmosfera. Essa é a área que mais se preocupa com a previsão dos processos oceanográficos, como El Niño e mudanças climáticas. [saiba mais]


oceanografia química

A oceanografia química estuda componentes químicos presentes na água do mar, seja orgânicos ou inorgânicos, buscando entender suas fontes, interações e perdas. O poluição marinha está relacionada principalmente com essa área. [saiba mais]


oceanografia Geológica

A oceanografia geológica estuda as rochas e os sedimentos, desde a formação das bacias oceânicas há milhões de anos até a movimentação diária da areia da praia. É a parte da oceanografia que estuda depósitos minerais no fundo oceânico e o processo de erosão costeira. [saiba mais]


Oceanografia Biológica

A oceanografia biológica pesquisa os animais e vegetais marinhos, e suas relações com o ambiente, com ênfase nas relações ecológicas. Também se preocupa com o impacto das atividades humanas sobre esses organismos e com a produção pesqueira. [saiba mais]


Oceanografia Social

A oceanografia social ainda é mais restrita que as áreas clássicas da oceanografia, mas não menos importante. Ela traz um diálogo com as ciências humanas, lidando com comunidades tradicionais (pescadores e marisqueiras), seus conhecimentos e seu território. [saiba mais]

Como trabalha o oceanógrafo?

Esses profissionais utilizam uma variedade de métodos para a obtenção de informações sobre o oceano, como instrumentos de medição fixos em píer ou no fundo marinho, lançados de embarcações ou acoplados em boias à deriva. Esses instrumentos registram a profundidade, as ondas, as marés, as correntes, a temperatura ou composição da água. Outros equipamentos coletam amostras de água, sedimento ou organismos para serem analisadas em laboratório. Especialmente na área da oceanografia biológica, também ocorrem monitoramentos dos organismos marinhos através de mergulhos científicos ou nas regiões costeiras.


Outra forma utilizada para conseguir informações sobre o oceano é o sensoriamento remoto via satélites que permite a obtenção de dados simultâneos ao longo do oceano global e em tempo real, melhorando a compreensão das propriedades oceânicas superficiais. Esses sensores coletam uma variedade de informações desde temperatura, salinidade, produção primária até a ocorrência de ondas internas.


Por outro lado, o uso de modelos numéricos permite a combinação de medições e teorias sobre o comportamento do oceano, para compreender os processos que ocorrem em toda a coluna d’água, por meio de simulações da circulação, propagação de ondas, transporte de sedimentos e dispersão de poluentes, nutrientes ou organismos.


Todos esses dados são analisados e transformados em relatórios, artigos científicos, transformados em produtos ou utilizados na gestão. A depender do perfil e da área do profissional ele pode ser encaixar em uma das etapas do processo ou se concentrar em apenas uma.

Onde estudar oceanografia no Brasil?

Uma dúvida recorrente no Oceano para Leigos é quais são as faculdades de oceanografia?.


No Brasil, embora a lei que regulamenta a profissão de oceanógrafo só tenha sido sancionada em julho de 2008 (Lei 11.760), a primeira faculdade de oceanologia foi implantada em 1970, na Universidade Federal do Rio Grande (FURG) – RS, e completou 50 anos de atividade em 2020.


Depois que o curso de oceanologia foi criado na FURG, aos poucos, outras universidades do Brasil também começaram a oferecer o curso. Atualmente, existem 14 cursos de graduação em oceanografia de norte a sul do Brasil, nas seguintes instituições de ensino superior:

UFPA

UFMA

UFC UFPE UFBA UFSB UFES UERJ UNIMONTE USP UFPR UNIVALI UFSC FURG

O pessoal do Oceano à Vista fez um resumo bem interessante de algumas características de cada curso. Você também pode encontrar informações no site da Associação Brasileira de Oceanografia.



Como é o mercado de trabalho parra o oceanógrafo?

O mercado de trabalho do oceanógrafo abrange o setor público, principalmente universidades e órgãos federais, estaduais e municipais vinculados à temática ambiental; o setor privado, empresas que atuam na aquicultura e na pesca, na engenharia oceânica e na prospecção e produção de petróleo e gás; e organizações não governamentais, instituições ligadas a projetos de conservação e proteção da biodiversidade como os projetos Tamar, Peixe-Boi, Golfinho Rotador e Baleia Jubarte.


Escrito por Mariana Thévenin⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀



Fonte:

°° AOCEANO

°° O planeta azul - Uma introdução às ciências marinha, de João Schmiegelow.

°° Fundamentos de oceanografia, de Tom Garrison.

°° Livro sobre etnooceanografia : “Águas da Coréia: uma viagem ao centro do mundo numa perspectiva etnooceanográfica”, de Gustavo G. M. Moura

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

.mais vistos.

 Siga nossas redes sociais: 

  • Oceano para Leigos
  • Oceano para Leigos
  • Oceano para Leigos
  • Oceano para Leigos
  • Oceano para Leigos

Acompanhe por e-mail!

Oceano para Leigos | 2016-2020.