Marés Extremas

Em alguns lugares do mundo a #maré pode subir mais alto do que um prédio de três andares! A maior amplitude de maré (diferença entre a maré baixa e a maré alta) do mundo ocorre na Baía de Fundy, localizada na costa atlântica do #Canadá, onde já foi registrada uma maré alta de 16,1 metros!! Outros lugares com marés extremas que excedem regularmente 10 metros de amplitude são em ordem decrescente:


1) Baía de Bristol, no sudoeste da #Inglaterra,

2) Baía de Ungava, no noroeste do #Canadá,

3) Baía de Mont-Saint-Michel, no noroeste da #França,

4) Estreito de Magalhães, na #Patagônica, e

5) Enseada de Cook, no #Alaska.


Por que ocorrem essas marés extremas? Vimos que as marés são geradas por forças de atração entre o #Sol, a #Lua e a #Terra. Também vimos que elas variam de acordo com o movimento dos astros e de outros fenômenos como as condições atmosféricas, que geram as maré meteorológicas e #ressacas.


Somado a isso, o formato do #litoral desempenha um papel importante na amplificação do sinal da maré, o que gera as marés extremas. Percebeu que as maiores marés do mundo ocorrem em baías e enseadas? Regiões confinadas concentram a energia da maré, amplificando a variação das marés astronômicas. Isso ocorre principalmente em canais longos e afunilados, nos quais a largura do canal diminui continuamente continente adentro.


No #Brasil, as marés mais altas são encontradas na Baía de São Marcos, localizada no #Maranhão, onde a variação de altura da maré pode chegar a 8 metros, o que já é bastante!

O quanto varia a maré mais próxima de você?


por Mariana Thévenin


Fonte:

Archer, A.W., and Hubbard, M.S., 2003, Highest tides of the world, in Chan, M.A., and Archer, A.W., eds., Extreme depositional environments: Mega end members in geologic time: Boulder, Colorado, Geological Society of America Special Paper 370, p. 151–173.


Foto:

José Duarte

  • Facebook Oceano para Leigos
  • YouTube Oceano para Leigos
  • Instagram Oceano para Leigos

Oceano para Leigos © 2016-2019.  Criado por Mariana Thévenin.