Image by Matt Hardy

Recifes Artificiais

Atualizado: Jun 15

O que são recifes artificiais?


Recifes artificiais são estruturas rígidas construídas pelo homem e colocadas no fundo do mar intencionalmente para imitar algumas características dos recifes naturais.


Os recifes artificiais mais comuns são embarcações sucateadas, mas outras estruturas como plataformas de petróleo e gás, pontes, faróis também funcionam como recifes artificiais. Outras possibilidades controversas são incluem rochas, blocos de concreto e até madeira e pneus velhos. Atualmente, várias empresas se especializam no projeto, fabricação e implantação de recifes artificiais de longa duração que são normalmente construídos de calcário, aço e concreto.


Estruturas assim já foram implantadas em milhares de locais em todo o mundo para proteção, aprimoramento ou restauração de componentes de ecossistemas oceânicos. [saiba mais]



Para que serve os recifes artificiais?


Essas estruturas podem oferecer suporte e abrigo para os organismos marinhos se multiplicarem, beneficiando os ecossistemas costeiros e atividades como pesca e mergulho recreativo. [saiba mais]


Mas o desempenho de um recife artificial, seja ambiental ou socioeconômico, depende de uma série de questões como a localização, projeto, construção e gerenciamento. [saiba mais]


Existem muitas discussões sobre a eficácia e o impacto dos recifes artificias, por exemplo, se os peixes se reproduzem lá ou se são atraídos da vizinhança, ficando mais expostos à pesca e enfraquecendo o ambiente de onde vieram, por exemplo. [saiba mais]


Por outro lado, eles podem diminuir a pressão do turismo sobre naufrágios históricos e recifes naturais, ou servir de proteção contra pesca de arrasto. [saiba mais]


Cada um desses objetivos precisa de um planejamento específico e responsável. [saiba mais]


Quais organismos vivem nos recifes artificiais?


O tipo de organismo que vive num recife depende da complexidade do ambiente. Questões como material, quantidade e tamanho de buracos que servem de tocas, as áreas de sombra ou de sol, áreas mais rasas ou mais profundas podem beneficiar organismos nativos ou fortalecer os invasores. [saiba mais] [saiba mais]

Em novembro de 2019, o Ministério do Turismo do Brasil lançou um plano para afundar 1.200 navios, trens e aviões sucateados, a maioria deles dentro de áreas marinhas protegidas, para promover o turismo de mergulho. [saiba mais]


Qual a relação entre recifes artificiais e espécies invasoras?


Esse tipo de recife artificial é usado por espécies invasoras como degraus para os recifes naturais, causando deterioração ecológica, social e econômica. O que significa que esses naufrágios representam um alto risco de disseminação do coral-sol que ameaça as espécies de coral nativo no litoral do Brasil e especialmente os ambientes mais conservados, como Fernando de Noronha. [saiba mais] [saiba mais]




Escrito por Mariana Thévenin


Também conversamos com o professoro Francisco Barros sobre o naufrágio proposital de duas grandes embarcações na Baía de Todos os Santos no Entrevista à Vista! Confere essa conversa que ficou sensacional! <<clica aqui>>



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

.mais vistos.