De quem o óleo?

Enquanto boa parte da população e o governo se faz essa pergunta, o #óleo se espalha. Desde o dia 30 de agosto, a chegada de densas manchas de óleo no litoral #nordestino vem sendo registrada. Já se passaram dois meses e medidas efetivas para evitar que o óleo alcance regiões cada vez mais extensas e sensíveis do nosso #litoral ainda não foram tomadas.

Esse desastre ambiental coloca em risco os organismos marinhos e toda a população costeira, especialmente as populações vinculadas à #pesca e à #mariscagem. São as comunidades mais vulneráveis, que dependem diretamente dos #recifes e #manguezais, que pagam essa conta da forma mais cruel – tendo seu sustento e sua saúde ameaçados. Mas o impacto à pesca, ao #turismo e à saúde pública vai muito além disso, afeta todo o país e pode durar muitos anos!

Segundo o Plano de Contingência Nacional (PNC) de 2013: “Enquanto não identificado o poluidor, os custos relativos às atividades de resposta e mitigação serão cobertos pelo Poder Executivo Federal.” Está na lei. Compete ao #MMA, em conjunto com #IBAMA, #Marinha, #ANP entre outros, agir de forma efetiva para mitigar os danos.

Não sabemos o quanto de #óleo ainda está por vir, mas sabemos que as correntes marinhas e os ventos estão transportando esse material cada vez mais para sul. Agir rápido é crucial para evitar danos ainda maiores nos ecossistemas marinhos. Vamos esperar chegar em #Abrolhos?



📸 @oceanauta_

  • Facebook Oceano para Leigos
  • YouTube Oceano para Leigos
  • Instagram Oceano para Leigos

Oceano para Leigos © 2016-2019.  Criado por Mariana Thévenin.