• Facebook Oceano para Leigos
  • YouTube Oceano para Leigos
  • Instagram Oceano para Leigos

Oceano para Leigos © 2016-2019.  Criado por Mariana Thévenin.

    Óleo nas praias do nordeste

    O #petróleo é muito menos prejudicial no #mar do que na costa, portanto, a ação mais importante é interceptar e remover uma mancha de óleo ainda no mar usando navios especialmente equipados ou quebrá-la com dispersantes químicos ou biológicos – com grandes ressalvas sobre esses dispersantes que podem prejudicar mais do que ajudar. Quando o petróleo chega à costa, a grande questão se torna qual é a melhor maneira de salvar plantas e animais atingidos, minimizando os danos ao ecossistema sem aumentar o impacto ambiental. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

    Uma vez na costa, a prioridade é clara: remover o óleo das #praias o mais rápido possível. Se for levado de volta ao mar ou enterrado na areia, o óleo poderá causar mais danos em outro momento ou local. Sem intervenção humana, a recuperação dos ambientes pode levar muito mais tempo, mas vale ressaltar que limpezas agressivas podem causar mais danos que o próprio petróleo. Por isso, a limpeza das praias é idealmente feita manualmente. Pessoas com pás e peneiras são as únicas ferramentas sensíveis o suficiente para remover o óleo enquanto protegem o solo e os organismos ao redor. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Infelizmente, na maioria das vezes não é possível alcançar todos os lugares afetados e, por isso, existem áreas prioritárias de maior importância ecológica que exigem medidas especiais para a proteção e preservação – como manguezais, recifes e estuários. Por isso é tão importante haver planejamento e ações rápidas de resposta para proteger esses ambientes! ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Você pode conferir as Cartas de Sensibilidade Ambiental a Derramamentos de Óleo (Cartas SAO) para a costa brasileira pelo link na bio. Fonte: How to clean a beach. John Whitfield. Revista Nature, 2003. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 📷 @peu.accioly